14 novembro 2015

Diário de Emagrecimento - 2º mês

| |
No mês seguinte, quando fui fazer a revisão com a endócrino eu só tive motivos para comemorar. Em um mês eu perdi 3 kg somente com a reeducação alimentar, sem praticar nenhum tipo de exercício físico. O melhor de tudo, foi que em apenas um mês fazendo uso da reeducação alimentar, minha qualidade de vida melhorou de um jeito inacreditável. Eu não tive mais dor de estômago, parei de sofrer com prisões de ventre e inchaço, parei de ter insônia, que me fazia acordar diversas vezes por noite e o melhor de tudo, eu parei de roncar. Sim eu roncava e me sentia muito envergonhada com isso, eu me sentia mais envergonhada ainda quando meu marido me acordava e dizia que eu estava roncando, pois ele tem o sono pesado e se o meu ronco o estava acordando, era por que estava sem dúvida muito alto. Mas com apenas um mês de reeducação alimentar eu consegui finalmente dormir uma noite inteira, sem ser acordada e sem acordar ninguém.
Quando eu contei isso para a médica e quando ela viu os resultados, ela ficou tão empolgada quanto eu e com meus exames em mãos, ela resolveu levar a dieta para um outro nível. Me indicando dois remédios, são eles: Cloridrato de fluoxetina e cloridrato de bupropiona. A indicação era que eu tomasse o primeiro pela manhã e o segundo a noite, mas com apenas 3 dias fazendo uso da medicação eu parei no pronto socorro 4 vezes na mesma semana, pois infelizmente não me adaptei a medicação. 
No terceiro dia tomando a medicação eu tive uma crise de ansiedade que gerou um ataque de pânico, que me levou ao clinico geral passando muito mal. Eu tive náusea, diarreia, dor de cabeça, calafrios, palpitação e o pior de tudo falta de ar durante toda essa semana em que eu tomei esses remédios, sendo pior no quarto dia, quando o clinico geral me explicou que esses sintomas eram causados pelo bupropiona e que em 48h após suspender a medicação eu já estaria livre dos efeitos do remédio, e que para sanar o problema de ansiedade eu talvez devesse me consultar com um psiquiatra. Infelizmente, toda essa experiência na primeira semana do segundo mês, trouxe a tona uma velha companheira, a gastrite nervosa, que me sacrificou bastante nos meses seguintes. Meu sistema digestivo virou uma bagunça, e eu voltei a ter problemas para dormir. 

Conclusão, não existe milagre quando o assunto é emagrecimento.
NÃO TOME REMÉDIOS PARA EMAGRECER, NÃO VALE A PENA!


Se quiser acompanhar meu progresso no Instagram me segue lá: @todanova

Nenhum comentário:

Postar um comentário