21 agosto 2015

Azul a cor mais quente HQ

| |
Hoje falarei sobre as impressões que tive do livro Azul é a cor mais quente, de Julie Maroh, que eu ganhei de presente de aniversário, do meu amigo Pedro Marinelli, criador do blog metajogo. De antemão posso afirmar que são as melhores possíveis.

O livro é lindo!

A autora e ilustradora do livro, não economizou na riqueza de detalhes na hora de expressar os sentimentos das personagens, o ambiente é lindo, a utilização da cor e da falta da mesma em alguns momentos é fantástica, sem falar da diagramação sob medida feita por Marcela Badolatto. Sério, para mim o livro foi como contemplar pequenas obras de arte. Agora que já falei do livro, vamos a história!
O enredo é simples, mas muito consistente, sobre todos os assuntos abordados, e confesso que o que mais me emocionou durante toda a leitura foi, o modo como o amor é tratado. Por que o amor é algo delicado, precioso e não pode ser tratado com leviandade, independente da sua opção sexual, pois na minha humilde opinião, se você banaliza o amor, que é algo tão sagrado, então você é capaz de banalizar todo o resto, perdendo assim, o que realmente importa, que é desfrutar os momentos de felicidade com quem te quer bem. Orgulho, medo, preconceito só te afasta da felicidade.
Resumindo, o livro é uma história de amor, e para desfrutá-lo é necessário abstrair o senso comum, ou seja, leia sem preconceito e com vontade ler uma boa história. Mas a cima de tudo, o importante é tentar entender que mesmo com as diferenças, todo mundo está procurando alguém para amar.

Extras:

Se gostou e pretende ler, eu fiz um marcador especialmente para ele. Clique Aqui!
Se quiser conhecer mais sobre a autora do livro. Clique aqui!
E se quiser saber mais sobre o Pedro: Clique aqui! (ele pode se zangar, mas i daí?!?)

Bjos e até

Nenhum comentário:

Postar um comentário