27 maio 2014

Toxoplasmose: Mitos e verdades

| |

Queridos, desde que eu me casei uma coisa que as pessoas me perguntam constantemente é quando teremos filhos, mas essa pergunta não é tão irritante quanto: - Você não vai se desfazer dos gatos quando ficar grávida? E é claro que a resposta é NÃO!

De qualquer forma, como essa resposta não parece ser suficiente eu resolvi pesquisar sobre o assunto, e de todas as entrevistas que eu li essa do blog da Luisa Mell foi pra mim sem dúvida a melhor. Eu dei uma enxugada por que a entrevista é meio extensa, mesmo assim eu espero que seja tão esclarecedor pra vocês como foi pra mim.


O que é toxoplasmose?



“A toxoplasmose é uma infecção causada pelo parasita Toxoplasma gondii. É uma doença que costuma passar despercebida em pessoas sadias, mas é grave em pacientes imunossuprimidos e nas grávidas. O risco da toxoplasmose na gravidez ocorre naquelas mães que nunca tiveram contato prévio com o parasita, possuindo sorologia negativa para toxoplasmose. Estas são as gestantes sob risco, pois a toxoplasmose congênita ocorre quando mulheres adquirem o Toxoplasma durante a gravidez.”


Muitas pessoas associam toxoplasmose a gatos. Por quê?



“Os gatos são os únicos animais que, se contaminados com o Toxoplasma, passam a eliminá-los na fezes, servindo como fonte para contaminação do meio e de pessoas. Nos outros animais, o parasita fica alojado e adormecido nos músculos, motivo pelo qual a ingestão de carnes cruas é o principal fator de risco para contaminação pela toxoplasmose.”


 "Apenas 1% dos gatinhos transmite a toxoplasmose e, para isso, eles precisam estar doentes e, principalmente, na fase de eliminação dos oocistos." Veterinária Gabriela Toledo


Para que você se contamine com o toxoplasma, você precisa comer a forma infectante, que nada mais são que os ovinhos germinados presentes nas fezes do gato contaminado. Ou seja, você precisa que as fezes do gato tenham contato com sua boca. E tem mais, as fezes do gato infectado precisam ter contato com sua boca depois de 48 horas que o gato tenha defecado, caso contrário, os “ovinhos não germinam” e o ciclo não se completa!




Para que não reste dúvidas, Dra Mariana, ginecologista, elaborou esta lista de cuidados que as gestantes devem ter:


1. Sempre lave bem frutas e verduras, especialmente se vai consumi-las crua


2. Certifique-se de cozinhar bem todas as carnes, já que o parasita pode ser encontrado em carnes cruas ou malpassadas. Lave bem as mãos depois de mexer em carnes cruas.


3. Se você gosta de mexer com plantas no jardim, é sempre bom usar luvas e depois lavar bem as mãos, já que pode haver contato com fezes de gatos no solo.


4. Peça alguém para limpar diariamente a caixinha de areia com fezes do gato. Tente não entrar em contato com as fezes do felino.


5. Alimente-o apenas com rações; nunca deixe-o comer carne crua.


6. Evite deixar o gato sair de casa, para que ele não corra o risco de contrair o parasita. Portanto, grávidas que tem gatos podem manter o contato normalmente com os animais, seguindo as orientações acima e sempre lavando as mãos após estarem com eles.


Viu gente! Se vocês mantiverem os cuidados básicos de higiene, o seu animalzinho não apresentará risco nenhum, nem a sua saúde nem a saúde do neném!

Nenhum comentário:

Postar um comentário